Tag Archives: Poesia

Reportagem – Chá de letras

A Biblioteca voltou a encher para celebrar a poesia, no Dia Mundial da Poesia

Os alunos, a título individual, ou como turma acompanhada pela professora de Oficina de Teatro, apresentaram poemas, com destaque para os de Luísa Ducla Soares.

Foram ainda apresentados os poemas selecionados no Concurso de Poesia – um por ciclo – que representaram o Agrupamento no concurso “Faça lá um poema” do Plano Nacional de Leitura.

Os próprios pais foram chamados a participar, lendo uma poesia que o nosso “carteiro em bicicleta” lhes entregou num envelope da biblioteca.

Infelizmente esta reportagem não pode, de acordo com as novas regras, incluir as fotografias mais interessantes, pois aparecem os rostos reconhecíveis dos alunos mais jovens.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Atividades, biblioteca em ação, Promoção da leitura

Chá de Letras com Poesia

Neste Dia Mundial da Poesia, viveremos o nosso Chá de Letras, em que a poesia é servida como iguaria principal.
O encontro é às 19 horas na Biblioteca da Escola Secundária da Gafanha da Nazaré.
Chá de Letras com Poesia
Fiquemos, por agora, com um poema de António Gedeão:

Tempo de Poesia

Todo o tempo é de poesia.
  .
Desde a névoa da manhã
à névoa do outro dia.
  .
Desde a quentura do ventre
à frigidez da agonia.
.
Todo o tempo é de poesia.
.
Entre bombas que deflagram.
Corolas que desdobram.
Corpos que em sangue soçobram.
Vidas que a amar se consagram.
.
Sob a cúpula sombria
das mãos que pedem vingança.
Sob o arco da aliança
da celeste alegoria.
  .
Todo o tempo é de poesia.
  .
Desde a arrumação do caos
à confusão da harmonia.
    .
António Gedeão

Deixe um comentário

Filed under Atividades, biblioteca em ação, Promoção da leitura

Concurso de Poesia AEGN

Concurso de Poesia AEGN

Introdução:

O Agrupamento de Escolas da Gafanha da Nazaré lança o concurso de poesia aberto a todos os seus alunos.

Regulamento:

  1. Cada aluno poderá participar com um, dois ou três poemas.

  2. O tema é livre.

  3. Os poemas deverão ser enviados em documento Word ou equivalente.

  4. A dimensão de cada poema não deverá exceder os limites de uma página A4.

  5. Os critérios de avaliação dos poemas enviados obedecerão aos itens seguintes: correção formal da escrita |riqueza de conteúdo |originalidade do tema e do estilo.

  6. No mesmo documento deverão constar ainda as seguintes informações: nome, turma, ano, escola, endereço de correio eletrónico e telemóvel ou telefone para eventual contacto.

  7. Os trabalhos concorrentes deverão ser enviados por correio eletrónico para o endereço biblioteca@egn.pt, até ao dia 27 de janeiro de 2017.

  8. Será escolhido um poema por ciclo para participar, em representação do agrupamento de escolas, no Concurso “Faça lá um Poema” do Plano Nacional de Leitura.

  9. Os melhores poemas serão ainda publicados numa coletânea a editar pelo Agrupamento.

  10. O júri, que escolherá os trabalhos que justifiquem a publicação, incluirá três elementos (por cada nível de ensino) com reconhecida sensibilidade e gosto pela poesia.

  11. Os resultados serão comunicados aos concorrentes por correio eletrónico e divulgados no blogue das bibliotecas do agrupamento – https://bibliotecaegn.wordpress.com.

Notas: Os poemas serão numerados pela organização e enviados ao júri sem identificação dos autores.
O regulamento em papel está disponível na tua biblioteca.

Recordamos que, no ano letivo 2015-2016, um poema selecionado e enviado para participar, em representação do agrupamento de escolas, no Concurso “Faça lá um Poema” do Plano Nacional de Leitura, foi distinguido com o terceiro lugar, no segundo ciclo. O aluno Miguel Lourenço, na altura no 5º Ano da Escola Básica da Gafanha da Nazaré, viu o seu poema Estou a crescer publicado na antologia A dança das palavras que reúne os poemas vencedores das oito primeiras edições do Concurso “Faça lá um Poema” e pode ser consultado na biblioteca da EB.

 

Deixe um comentário

Filed under Atividades, biblioteca em ação

Chá de Letras – África

Mais uma caneca do habitual Chá de Letras, desta vez com um cheirinho a África.
cartaz-cha-de-letras-africa

Contamos com a tua presença.

Podes aproveitar e visitar a nossa Feira do Livro

Deixe um comentário

Filed under Atividades, biblioteca em ação, Promoção da leitura

Poemas de Manuel Alegre cantados

Adriano Correia de Oliveira cantou vários poemas de Manuel Alegre, tornando-os algumas das canções mais simbólicas da luta pela democracia. O melhor exemplo é a trova do Vento que passa”.

Trova do vento que passa

Pergunto ao vento que passa
notícias do meu país
e o vento cala a desgraça
o vento nada me diz.

Mas há sempre uma candeia
dentro da própria desgraça
há sempre alguém que semeia
canções no vento que passa.

Mesmo na noite mais triste
em tempo de sevidão
há sempre alguém que resiste
há sempre alguém que diz não.

(o poema é mais longo, mas estas três quadras foram as que se tornaram conhecidas na canção)

 

Canção tão simples

Quem poderá domar os cavalos do vento
quem poderá domar este tropel
do pensamento
à flor da pele?

Quem poderá calar a voz do sino triste
que diz por dentro do que não se diz
a fúria em riste
do meu país?

Quem poderá proibir estas letras de chuva
que gota a gota escrevem nas vidraças
pátria viúva
a dor que passa?

Quem poderá prender os dedos farpas
que dentro da canção fazem das brisas
as armas harpas
que são precisas?

 

Canção Com Lágrimas

Eu canto para ti o mês das giestas
O mês de morte e crescimento ó meu amigo
Como um cristal partindo-se plangente
No fundo da memória perturbada

Eu canto para ti o mês onde começa a mágoa
E um coração poisado sobre a tua ausência
Eu canto um mês com lágrimas e sol o grave mês
Em que os mortos amados batem à porta do poema

Porque tu me disseste quem em dera em Lisboa
Quem me dera me Maio depois morreste
Com Lisboa tão longe ó meu irmão tão breve
Que nunca mais acenderás no meu o teu cigarro

Eu canto para ti Lisboa à tua espera
Teu nome escrito com ternura sobre as águas
E o teu retrato em cada rua onde não passas
Trazendo no sorriso a flor do mês de Maio

Porque tu me disseste quem em dera em Maio
Porque te vi morrer eu canto para ti
Lisboa e o sol, Lisboa com lágrimas
Lisboa à tua espera ó meu irmão tão breve
Eu canto para ti Lisboa à tua espera…

Deixe um comentário

Filed under Autor do mês

Março, mês da leitura

 

No mês de março celebrou-se a leitura nas bibliotecas do Agrupamento de Escolas da Gafanha da Nazaré.

Exposição “À descoberta de… João Pedro Mésseder

Começámos com uma exposição, na biblioteca da escola sede, de trabalhos de todas as escolas do agrupamento, no âmbito da atividade “À descoberta de… João Pedro Mésseder”. A partir do dia 10 de março, esses trabalhos enriqueceram a exposição conjunta de criações das escolas dos três agrupamentos do concelho, na Biblioteca Municipal de Ílhavo. Neste dia, as crianças do JI da Marinha Velha foram convidadas a assistir à inauguração da exposição.

Sessão de animação de leitura no âmbito do projeto SOBE

No dia 2 de março, as professoras bibliotecárias estiveram com os meninos do pré-escolar do JI da Cambeia (de manhã) e do JI do Centro Escolar Santa Maria Manuela (de tarde) para mais uma sessão de animação de leitura SOBE – Saúde Oral e Bibliotecas Escolares. Desta vez, o livro escolhido foi Pilu, Pilu de Susanna Isern e os meninos ficaram a conhecer a história de um pássaro, o curado, que ajudou um crocodilo a limpar os dentes. A partir do exemplo dos animais, foram, mais uma vez, abordados aspetos importantes da higiene oral.

“Chá de Letrinhas”

No dia 4 de março, serviu-se um “Chá de Letrinhas” na biblioteca da Escola Básica da Gafanha da Nazaré com a participação de vários alunos da escola. Houve momentos de leitura, dança e de convívio entre alunos, pais e professores.

Sessões de animação de leitura

No mês de março, demos continuidade às sessões de leitura nas bibliotecas do 1º ciclo. No dia 9 de março, os alunos da EB da Cambeia e no dia 16 de março, os do Centro Escolar Santa Maria Manuela tiveram uma sessão de animação de leitura. O texto escolhido foi O Aquário de João Pedro Mésseder e a mensagem que pretendemos transmitir foi que a leitura nos dá lições de vida. Assim, a partir de uma história de peixes, os alunos aprenderam que se deve aceitar a diferença e partilhar.

À conversa com João Pedro Mésseder e Ana Biscaia

No dia 11 de março, o autor em destaque nas bibliotecas do concelho, João Pedro Mésseder, esteve na BMI, juntamente com a ilustradora Ana Biscaia, para conversar com alunos das escolas do concelho. De manhã, a turma do 4º ano da EB da Marinha Velha e de tarde, alunos da Escola Básica da Gafanha da Nazaré ouviram ler poemas do livro Poemas do conta-gotas, viram os originais das ilustrações, fizeram perguntas aos autores e brindaram-nos com a leitura dramatizada de poemas.

“10 minutos de leitura”

Foi com “10 minutos de leitura” que assinalámos, no dia 14 de março, o início da Semana da Leitura no Agrupamento de Escolas da Gafanha da Nazaré. Assim, nesse dia, às 10h10m, convidámos todos os alunos e professores a lerem durante dez minutos. No pré-escolar e no 1º ciclo, as educadoras e os professores escolheram os textos, na Escola Básica e na Escola Secundária, as professoras bibliotecárias deixaram uma proposta de leitura em cada sala e em cada serviço. Tratou-se de um momento simbólico que pretendia chamar a atenção para a importância da leitura.

Encontros com as escritoras Ana Cerejo e Maria José Venâncio

Estas escritoras associaram-se à comemoração da Semana da Leitura de algumas escolas do agrupamento.

No dia 15 de março, a Ana Cerejo apresentou o seu livro A estrelinha sonhadora na EB de Cale da Vila, escola que acolheu o seu filho durante quatro anos. A Maria José Venâncio visitou o Centro Escolar Santa Maria Manuela e a EB da Marinha Velha, no dia 16 de março. Aí, convidou os alunos a “brincar com as palavras” e apresentou o seu livro As palavras como bichinhos de estimação.

“Chá de Letras”

No dia 17 de março, teve lugar mais um “Chá de Letras” na biblioteca da Escola Secundária. Desta vez, a atividade inseriu-se na iniciativa da Rede de Bibliotecas de Ílhavo “RBI: bibliotecas em rede” e contou com a presença das outras professoras bibliotecárias do concelho e da Dra. Inês Vila da Biblioteca Municipal.

Numa homenagem às palavras e à poesia, tivemos participações de outras escolas do agrupamento, abarcando os vários níveis de ensino, num trabalho de articulação com as professoras de Português, Oficina de Teatro e Educação Musical, do pré-escolar e do 1º ciclo. Mais uma vez, alunos, professores e pais partilharam momentos de leitura, teatro, música e convívio e apreciaram um chá com sabor a primavera, num cenário florido.

Final do concurso de leitura “Ílhavo a Ler+”

O já tradicional concurso concelhio decorreu no dia 19 de março, no Centro Cultural da Gafanha da Nazaré. Do nosso agrupamento, houve onze participantes dos diferentes ciclos de ensino e todos estiveram muito bem nas respetivas provas. O Agrupamento de Escolas da Gafanha da Nazaré conquistou o primeiro lugar no 1º ciclo, com a Leonor Santos do 4º ano da EB da Cambeia, e no ensino secundário, com o Carlos Magalhães do 10º B.

ÍlhavoaLer+2016

Ambos representarão o concelho no Concurso Intermunicipal de Leitura, no dia 28 de maio, em Sever do Vouga.

O evento contou, ainda, com apresentações de grupos de alunos dos três agrupamentos que declamaram poemas, cantaram e representaram textos de João Pedro Mésseder.

Concurso “Faça lá um poema” (PNL)

No dia 19 de março, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, teve lugar a Cerimónia de entrega dos prémios deste concurso promovido pelo Plano Nacional de Leitura. O aluno do 5º A da Escola Básica da Gafanha da Nazaré, Miguel Lourenço, obteve um honroso terceiro lugar com o poema “Estou a crescer”. Foi, por isso, convidado para, nesta cerimónia, ler o seu poema e receber o prémio. Nesse dia, foi, ainda, lançada a antologia A dança das palavras que reúne os poemas vencedores de todas as edições do concurso.

Paula Rocha

Deixe um comentário

Filed under Atividades, Autor do mês, biblioteca em ação, Promoção da leitura

Chá de Letras / Palavras

Hoje, na biblioteca da escola sede do Agrupamento de Escolas, decorrerá um Chá de  Letras muito especial, com participantes vindos de escolas dos vários níveis de ensino.

ChádeLetras-março

O chá será servido com Palavras

A tua presença ajudará a tornar esta atividade ainda mais memorável.

Até logo.

 

Deixe um comentário

Filed under Atividades, biblioteca em ação, Promoção da leitura